domingo, 11 de maio de 2014

Resenha: A Magia de Mistwood



Titulo: A Magia de Mistwood
Titulo Original:
Autor (a): Leah Cypess
Editora: Prumo
Livro na Saraiva | Skoob


Sinopse: 

O reino de Samorna está em perigo e o príncipe Rokan precisa lançar mão de todos os recursos para assegurar o domínio sobre suas terras. Contra seus inimigos, dos quais muitos se encontram no próprio castelo, o príncipe percebe que não serão suficientes os conhecimentos do alto feiticeiro ou as diversas magias há muito praticadas. A única força superior capaz de garantir a concretização de seus planos é o poder da Mutante que, retirada à força da floresta de Mistwood, sente-se compelida por um antigo feitiço a proteger Samorna e seus reis, mas antes de mais nada precisa descobrir os segredos do príncipe que jurou proteger.

Resenha:

A mutante é um ser que estava ligada ao reino de Samorna à séculos. Sua tarefa era proteger o rei, a sua familia e os seus interesses, e Isabel, como aparentemente a chamavam podia mudar de forma, sua força era como se fosse um vínculo estabelecido com a natureza. Mas, anos atrás aconteceu algo desde sua ultima vez no reino de Samorna, que fez com que comprometesse sua memória. Ela ficou durante muito tempo isolada em sua floresta de Mistwood, até o atual principe Rokan ir buscá-la para que ela exercesse sua tarefa de defende-lo, em vez de se mutar e fugir de Rokan, simplesmente deixou ser pega pelo feitiço que continha na pulseira que Rokan trazia. Seu destino era proteger o rei, e impedir que qualquer nobre que o questionava fizesse-lhe algum mal. Mas, Isabel estava totalmente frustada, pois não entendia o porque de não lembrar de sua ultima vez no reino de Samorna e o motivo de sua partida, seus poderes estavam diferentes e ela queria compreender para poder proteger o rei.


"Ela estava descalça, suja e com roupas de montaria, mas mais alguma coisa nela estava fazendo os cortesãos mais próximos se afastarem." Pag. 22

A estória gira em torno desse mistério que Isabel tenta descobrir, narrada por ela mesmo e cheia de mistérios. No meu caso, o que me prende mais ainda ao livro é tentar descobrir o motivo de tanto segredos, e esse livro tem aquela pegada de mistério que é desvendado ao decorrer do livro e muitos dele no final. O que nos deixa bem satisfeito com o final, sem achar que faltava isso ou aquilo. Não achei que foi uma leitura dificil, muito pelo contrário, bem esclarecedora. 

"Apenas membros da família real podem entrar em Mistwood. Os aldeões contam algumas histórias macabras sobre o que acontece a quem desrespeita essa regra." Pag. 71


Gostei do desenrolar da estória, e com certeza recomendo.


Um comentário:

  1. Ao passar pela net encontrei seu blog, estive a ver e ler alguma postagens é um bom blog, daqueles que gostamos de visitar, e ficar mais um pouco.
    Tenho um blog, Peregrino E servo, se desejar fazer uma visita.
    Ficarei radiante se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais, saiba que sempre retribuo seguido também o seu blog. Minhas saudações.
    António Batalha.

    ResponderExcluir

Comente e me deixará muito feliz. Se estiver algum blog, deixe-o nos comentarios.
Contato: luanycomy@hotmail.com